• EN
  • Ajuda Contextual
  • Imprimir
  • LinkedIn
  • Facebook
Você está em: Início > Cursos > Unidades Curriculares > LGE1532

Finanças Empresariais

Código: LGE1532    Sigla: FE

Ocorrência: 2019/20 - 1S

Área de Ensino: Gestão

Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Anos Curriculares Créditos Horas Contacto Horas Totais
LGE 4 Desp. n.º 1049/2008 (alterado aviso n.º9805/2012) 6 ECTS 66 160

Horas Efetivamente Lecionadas

Docência - Horas

Teórico-Práticas: 3,00
Seminário: 0,20
Outro: 1,20

Tipo Docente Turmas Horas
Teórico-Práticas Totais 2 6,00
Luís Manuel Gonçalves Ferreira   3,00
Sofia Elisabete Ferreira Gomes   3,00
Seminário Totais 2 0,40
Luís Manuel Gonçalves Ferreira   0,20
Sofia Elisabete Ferreira Gomes   0,20
Outro Totais 2 2,40
Luís Manuel Gonçalves Ferreira   1,20
Sofia Elisabete Ferreira Gomes   1,20

Docência - Responsabilidades

Docente Responsabilidade
Sofia Elisabete Ferreira Gomes Regente
Luís Manuel Gonçalves Ferreira Docente

Objectivos, Competências e Resultados de aprendizagem

RESUMO DESCRITIVO DA UNIDADE CURRICULAR

Esta unidade curricular visa dotar os alunos de conceitos fundamentais de Finanças Empresariais com destaque para as grandes temáticas do valor da empresa e sua criação, definição da arquitetura financeira, Corporate Governance, política de dividendos, decisões financeiras e gestão do risco através de ferramentas teórico-práticas.

OBJETIVOS E RESULTADOS ESPERADOS DA APRENDIZAGEM

Combinando-se os conhecimentos (académicos e profissionais) sobre o tema das Finanças Empresariais com a realização de exercícios práticos e case studies, esta unidade curricular tem como principais objetivos:

- Desenvolver a problemática das Finanças Empresariais, abordando as questões mais relevantes sobre a atividade financeira da empresa, isto é, os conceitos, métodos e ferramentas que servem de suporte à análise e tomada de decisões financeiras em contexto de certeza e incerteza (investimento e financiamento);

- Aprofundar os temas do diagnóstico financeiro, das questões estratégicas e estruturais da tomada de decisões financeiras, das decisões mais importantes de criação e de estabilização do valor, e dos processos de reafetação de valor na empresa.

COMPETÊNCIAS A DESENVOLVER

No final da unidade curricular, os alunos deverão ser capazes de:

- Dominar os principais conceitos, instrumentos e ferramentas das Finanças Empresariais;

- Conhecer e saber aplicar os principais modelos e processos de avaliação de empresas;

- Aplicar metodologias analíticas para realizar o diagnóstico financeiro de uma empresa;

- Analisar informações sobre as características financeiras das empresas;

- Saber tomar decisões de investimento e financiamento.

Programa

1. Introdução
1.1. O Paradigma Financeiro da Empresa
1.2. O Enquadramento Financeiro da Empresa

2. As Decisões Financeiras de Curto Prazo
2.1. Operações de Financiamento a Curto Prazo
2.2. Gestão de Tesouraria
2.3. As Decisões de Concessão de Crédito a Clientes

3. As Decisões de Financiamento e a Criação de Valor na Empresa
3.1. As Decisões de Financiamento e a Inovação Financeira
3.2. Operações de Financiamento com Capitais Próprios
3.3. Operações de Financiamento com Capitais Alheios
3.4. Operações de Locação Financeira
3.5. Operações de Financiamento por empréstimos obrigacionistas

4. A Arquitetura Financeira da Empresa
4.1. O Custo do Capital
4.2. A Estrutura de Capitais e os Problemas de Agência
4.3. As Teorias de Estrutura de Capitais

5. A Política de Dividendos
5.1. A Irrelevância da Política dos Dividendos
5.2. A Política de Dividendos em Mercados sem Fricções
5.3. Os Problemas de Agência Aplicados à Política de Dividendos
5.4. O Efeito das Imperfeições dos Mercados - Assimetria de Informação
5.5. Teorias das Políticas de Dividendos

6. Avaliação de Empresas
6.1. Método dos dividendos
6.2. Método dos Free Cash Flows descontados
6.3. Método do Economic Value Added e Market Value Added
6.4. Métodos Patrimoniais
6.5. Método Dualista
6.6. Método de Avaliação por Comparação
6.7. Método das médias dos restantes modelos.

7. A Estabilização do Valor da Empresa e o Processo de Gestão de Risco
7.1. Os Riscos Financeiros da Empresa como Elemento de Perda de Valor
7.2. A Cobertura do Risco Financeiro

8. A Transferência de Valor na Empresa
8.1. A Reestruturação Financeira de Empresas - Fusões e Aquisições
8.2. Determinação dos Retornos de uma Fusão e Aquisição
8.3. Outras Modalidades de Reestruturação das Empresas

Demonstração da Coerência dos Conteúdos Programáticos com os Objetivos da UC

O 1º objetivo "Desenvolver a problemática das Finanças Empresariais" é abordado no capítulo 1 do programa, onde são identificadas as questões mais relevantes sobre a atividade financeira da empresa, isto é, os conceitos, métodos e ferramentas que servem de suporte à análise e tomada de decisões financeiras em contexto de certeza e incerteza (investimento e financiamento).

O 2º objetivo "Aprofundar os temas do diagnóstico financeiro, das questões estratégicas e estruturais da tomada de decisões financeiras, das decisões mais importantes de criação e de estabilização do valor, e dos processos de reafetação de valor na empresa"
é desenvolvido nos restantes capítulos abordando-se as operações financeiras de curto e longo prazo, a avaliação de empresas, o processo de gestão de risco e a transferência de valor na empresa.

Bibliografia Principal

Brealey, R., Myers, S. and Allen;Princípios de Finanças Empresariais, McGraw-Hill, 2008. ISBN: 9788448160852
Vieito, J. e Maquieira, C.;Finanças Empresariais - Teoria e Prática, 2.ª Edição, Escolar Editora, 2013. ISBN: 9789725923665

Bibliografia Complementar

Bastos, C. ;Finanças Empresariais - Teoria e prática, Edições Sílabo, 2018. ISBN: 9789726189459
Ross, S., Westerfield, R. & Jaffe, J. ;Corporate Finance, McGraw-Hill, 2012. ISBN: 9789725923665 (10th Edition)

Métodos de Ensino

Através de aulas teórico-práticas, será efetuada a combinação de ensino teoricamente fundamentado com a análise crítica das questões de tomada de decisões financeiras e estudo de casos reais ilustrativos de cada problema. Será requerida aos estudantes a sua intervenção na discussão dos problemas teóricos e suas implicações práticas. Além disso, através da organização dos alunos em grupos de trabalho, serão realizados estudos aplicados sobre temas a definir.

Numa lógica teórico-prática, recorre-se a um conjunto de estratégias que incluem a exposição teórica e análise de casos práticos. Os conteúdos programáticos serão abordados com o intuito de ensinar a concetualizar, desenvolver e sistematizar as importantes questões a analisar no domínio das Finanças Empresariais. Através da discussão e participação dos estudantes na análise de casos reais e exercícios práticos, procurar-se-á desenvolver o sentido crítico sobre os vários modelos e instrumentos apresentados nas sessões presenciais.


Modo de Avaliação

Avaliação distribuída com exame final

Componentes de Avaliação e Ocupação registadas

Descrição Tipo Tempo (horas) Data de Conclusão
Participação presencial (estimativa)  Aulas  45
Seminários  Trabalho laboratorial ou de campo  3
Avaliação  Teste/Exame  4
Outras  Trabalho laboratorial ou de campo  18
Estudo Autónomo  Estudo  90
  Total: 160

Avaliação Contínua

1. Trabalho individual escrito com ponderação de 20% na nota final.

2. Testes individuais escritos com ponderação de 80% (40% de ponderação afeto a cada teste) na nota final.

Nos termos do Regulamento da Licenciatura:

1. A presença efetiva dos estudantes nas aulas será objeto de registo e, caso o número de faltas por estudante exceda 30% do número total de sessões de contacto previstas para cada unidade curricular, será automaticamente transferido para a avaliação final da época normal.
2. Nos testes escritos e nos elementos de avaliação referidos nas alíneas b) a e) do nº 2 do Art. 39º é necessária a obtenção de uma nota mínima de 7,5 (sete vírgula cinco) valores.
3. Caso o estudante falte ou obtenha uma classificação inferior a 7,5 valores nos testes ou nos elementos de avaliação referidos no número anterior, será automaticamente transferido para a avaliação final da época normal.
4. Caso o estudante falte ou obtenha uma classificação inferior a 7,5 valores no segundo teste escrito (realizado na mesma data da prova escrita final da época normal) poderá requerer inscrição para avaliação na época de recurso.

Avaliação Final

Exame individual escrito. E nos termos do artigo 41º do Regulamento da Licenciatura: 

- O(s) trabalho(s) práticos ou teórico-práticos referidos na alínea b) do nº 2 do artigo 39º poderão também ser considerados, com uma ponderação correspondente a metade da considerada no âmbito da avaliação contínua, desde que o aluno comunique tal intenção ao docente através do preenchimento de impresso próprio a ser disponibilizado pelo docente no momento da realização da prova escrita.

Melhoria de Classificação Final/Distribuída

Exame individual escrito com ponderação de 100% na nota final.

Demonstração da Coerência das Metodologias de Ensino com os Objetivos de Aprendizagem da Unidade Curricular

O 1º objetivo, pressupõe o uso do programa Microsoft Powerpoint para apresentação de conteúdos teóricos. O 2º objetivo combina a exposição teórica de slides a partir do mesmo software, com exercícios em sala de aula, através de fichas de trabalho disponibilizadas aos estudantes, a realização de uma atividade em laboratório informático para acesso a dados estatísticos e de mercado e a análise de documentos de trabalho.