• EN
  • LinkedIn
  • Facebook
Você está em: Início > O turismo como área profissional de futuro, por Professora Doutora Catarina Nadais

O turismo como área profissional de futuro, por Professora Doutora Catarina Nadais

Artigo de Opinião publicado no semanário Vida Económica

A atividade turi¿stica continua a afirmar-se por todo o mundo, conseguindo resultados excecionais a cada ano, tornando-se inega¿vel a sua importa¿ncia econo¿mica e social. A democratizac¿a¿o do acesso a¿s viagens e ao tempo de lazer potenciou esta atividade como nunca, passando muitas vezes a ser entendida como forma de investimento no desenvolvimento pessoal, meio de acesso ao conhecimento, a¿ felicidade e a momentos prazerosos.
A valorizac¿a¿o do tempo de lazer faz com que a viagem seja uma motivac¿a¿o por si mesma, para ale¿m de abrir possibilidades para conhecer novas culturas, patrimo¿nios, paisagens e gentes.
No caso de Portugal, o turismo afirma-se como um dos principais setores econo¿micos, representando 13,7% do PIB, tendo alcanc¿ado 24,8 milho¿es de ho¿spedes em 2018. Para ale¿m disso, o nosso territo¿rio tem sido reconhecido como um dos melhores destinos da Europa e do Mundo, um dos mais seguros, e que conta com produtos e destinos de sol e mar, especializados em golfe, surf, city-short breaks, atividades ao ar livre, religia¿o e espiritualidade, e palco de festivais de mu¿sica, gastronomia, vinhos, enquadrado por patrimo¿nios iniguala¿veis. Assim, as oportunidades profissionais neste mercado abundam e sa¿o diversificadas, tanto pela variedade das ofertas na a¿rea como pela possibilidade e necessidade de reinvenc¿a¿o pela inovac¿a¿o e criatividade, essenciais para a diferenciac¿a¿o. A procura crescente faz com que o mercado manifeste e identifique a necessidade de mais profissionais que tenham formac¿a¿o adequada e especializada no setor.
No momento de escolher o turismo como a¿rea profissional de futuro, na¿o sera¿o apenas estes os fatores decisivos para a escolha. Sabemos que quem trabalha na a¿rea tem uma noc¿a¿o diferente do conceito de fim-de-semana, que se dedica ao bem receber e ao bem-estar de quem nos visita, que tem hora¿rios bem mais exigentes do que a maioria. Para algue¿m usufruir do tempo de fe¿rias, outro tem de estar ao servic¿o. Trabalhar no turismo e¿ bem mais do que esta disponibilidade de andar em fuso hora¿rio contra¿rio, em contra relo¿gio e com um sorriso constante no rosto.
E¿ uma a¿rea de trabalho que exige uma vocac¿a¿o.
O mercado procura profissionais com compete¿ncias-chave e que necessitam de ser preparadas e treinadas num ambiente que permita o desenvolvimento das chamadas ¿hard¿ e ¿soft skills¿. O modelo ¿In Business School¿ promovido pelo Instituto Superior de Administrac¿a¿o e Gesta¿o ¿ European Business School oferece aulas pra¿ticas e laboratoriais, ¿workshops¿ e semina¿rios, tendo como recursos o pro¿prio campus, a escola- hotel e a sua ampla rede de parceiros. Contando com um corpo docente especializado e altamente qualificado, afirma o seu cara¿ter pioneiro no ensino do turismo adequando-se ao paradigma da educac¿a¿o 4.0. Tal consiste em preparar futuros profissionais de turismo apostando no desenvolvimento das suas compete¿ncias te¿cnicas atrave¿s de me¿todos de ensino inovadores, pra¿ticos e vivenciais, em contexto de simulac¿a¿o e realidade, uma aposta na aprendizagem ativa, no encorajar da curiosidade e interesse e ao fomentar da conscie¿ncia, capacidade e conscie¿ncia cri¿tica e de reflexa¿o, tendo como aliada a tecnologia.