• EN
  • Ajuda Contextual
  • Imprimir
  • LinkedIn
  • Facebook
Você está em: Início > Cursos > Unidades Curriculares > LTU5224

Protocolo, Cultura e Ética em Turismo

Código: LTU5224    Sigla: PCET

Ocorrência: 2020/21 - 2S

Área de Ensino: Turismo

Cursos

Sigla Plano de Estudos Anos Curriculares Créditos Horas Contacto Horas Totais
LTU Aviso n.º 14344/2020, de 18 de setembro 6 ECTS 45 160

Horas Efetivamente Lecionadas

LTU2

Práticas: 54,00
Outro: 0,00

Docência - Horas

Práticas: 3,00
Outro: 0,80

Objectivos, Competências e Resultados de aprendizagem

RESUMO DESCRITIVO DA UNIDADE CURRICULAR
Esta Unidade Curricular (UC) pretende desenvolver os principais conceitos da área da cultura e do património, bem como, proporcionar a identificação dos principais elementos culturais e patrimoniais associados ao turismo. A UC pretende igualmente dotar os estudantes dos princípios éticos e das regras de protocolo que lhes permitam incrementar as suas competências comportamentais.

OBJETIVOS E RESULTADOS ESPERADOS DA APRENDIZAGEM
O objetivo geral desta disciplina consiste em proporcionar uma visão integrada da cultura, património, ética e protocolo aplicados ao turismo. É esperado que os alunos sejam capazes de compreender os principais conceitos da área, assim como, identificar os elementos subjacentes como fatores diferenciadores de um destino turístico e da sua própria postura enquanto futuros profissionais do turismo. Os objectivos especificos são:

1.Conhecer os conceitos de cultura e património
2.Reconhecer a cultura como base da identidade
3.Identificar o significado das terminologias existentes na área da ética, sustentabilidade e acessibilidades físicas, comunicacionais e atitudinais.
4.Aplicar os princípios de ética, sustentabilidade e acessibilidade no setor do turismo
5.Identificar e aplicar regras do protocolo oficial português

COMPETÊNCIAS A DESENVOLVER
Concluída a unidade curricular, espera-se que o estudante seja capaz de:
-Conhecer e compreender os principais conceitos na área da cultura aplicada ao sector turístico;
-Reconhecer e saber analisar os principais elementos da cultura e do património material e imaterial com relevância para o desenvolvimento turístico;
-Adquirir competências comportamentais baseadas nos princípios da ética;
-Conhecer e desenvolver capacidades individuais na aplicação das principais regras de protocolo.

Programa

1. Cultura
1.1. Património
1.2. Património cultural
1.3. Património, Cultura e Turismo
2.Ética
2.1.Ética, moral e deontologia
2.2.Código Mundial de Ética do Turismo da OMT
2.3.Desenvolvimento económico e social pelo turismo
2.4.Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável
3. Regras de protocolo em turismo
3.1. Técnicas de protocolo
3.2. Símbolos e precedências
3.3. Comunicações oficiais
3.4. Protocolo em refeições e viaturas

Demonstração da Coerência dos Conteúdos Programáticos com os Objetivos da UC

O programa proposto permite que os alunos ganhem os conhecimentos e desenvolvam as competências previstas nos objetivos, na medida em que:
- o tema 1 dá resposta aos objetivos 1 e 2, ao enquadrar a cultura enquanto ícone identitário de sociedades e destinos;
- o tema 2 propõe-se a dar conhecimentos no domínio da ética, dando assim resposta aos objetivos 3 e 4.
- o tema 3 apresenta conteúdos sobre protocolo, incluindo técnicas e situações práticas, com vista a alcançar o objetivo número 5. 

Bibliografia Principal

Katsoni, V.e Stratigea, A. (Eds.);Tourism and culture in the age of innovation, Springer, 2016
Moore, N. & Whelan, Y. (Eds.) ;Heritage, memory and the politics of identity., Ashgate., 2007

Bibliografia Complementar

Serrano, J. ;O livro do protocolo, A esfera dos livros, 2011
Torres, H. e Casanova, S.;Protocolo Empresarial. , Lidel - Edições Técnicas, 2015
UNWTO;Tourism and Culture Synergies, UNWOT Publications, 2018

Métodos de Ensino

Os conteúdos serão apresentados em aulas expositivas dinâmicas, onde se pretende uma forte participação dos alunos, de forma a promover a comunicação, reflexão e discussão de ideias nas diferentes temáticas. Para tal, serão apresentados exercícios, casos de estudo, vídeos ilustrativos e demais material multimédia de suporte. Serão promovidas sessões de natureza técnica/prática (em sala e via plataforma e-learning), sessões de apresentação e discussão de trabalhos.


Modo de Avaliação

Avaliação distribuída com exame final

Componentes de Avaliação e Ocupação registadas

Descrição Tipo Tempo (horas) Data de Conclusão
Participação presencial (estimativa)  Aulas  45
Avaliação  Teste/Exame  3
Trabalho prático  Trabalho laboratorial ou de campo  10
Outras  Participação Presencial  12
Estudo autónomo  Estudo  90
  Total: 160

Avaliação Contínua

- Realização de 1 trabalho e-learning individual: 20%
- 2 Testes: Realização de prova escrita individual: 2x40%


Nos termos do Regulamento da Licenciatura:
1. A presença efetiva dos estudantes nas aulas será objeto de registo e, caso o número de faltas por estudante exceda 30% do número total de sessões de contacto previstas para cada unidade curricular, será automaticamente transferido para a avaliação final da época normal.
2. Nos testes escritos e nos elementos de avaliação definidos é necessária a obtenção de uma nota mínima de 7,5 (sete vírgula cinco) valores.
3. Caso o estudante falte ou obtenha uma classificação inferior a 7,5 valores nos testes ou nos elementos de avaliação referidos no número anterior, será automaticamente transferido para a avaliação final da época normal.
4. Caso o estudante falte ou obtenha uma classificação inferior a 7,5 valores no segundo teste escrito (realizado na mesma data da prova escrita final da época normal) poderá requerer inscrição para avaliação na época de recurso.
5. Todos os trabalhos académicos escritos previstos na avaliação (relatórios, estudos de caso, etc.) terão de ser submetidos na base de dados Turnitin, disponível na plataforma E-Learning do ISAG, sendo aceitável uma taxa de similaridade até 30%.

Avaliação Final

Teste escrito individual: 100%

Demonstração da Coerência das Metodologias de Ensino com os Objetivos de Aprendizagem da Unidade Curricular

As metodologias consideradas têm em consideração as características da unidade curricular. Apesar de um caráter teórico, o recurso a casos de estudo e outros materiais de suporte, visam contribuir para o alcance dos objetivos da unidade curricular, de um ponto de vista aplicado ou prático.