• EN
  • Ajuda Contextual
  • LinkedIn
  • Facebook
Você está em: Início > Cursos > Unidades Curriculares > LRE1317

Técnicas de Apoio à Gestão

Código: LRE1317    Sigla: TAG

Ocorrência: 2018/19 - 1S

Área de Ensino: Gestão

Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Anos Curriculares Créditos Horas Contacto Horas Totais
LRE 2 Desp. n.º 20530/2009 (alterado aviso n.º9854/2012) 4 ECTS 36 107

Horas Efetivamente Lecionadas

Docência - Horas

Teórico-Práticas: 2,00
Seminário: 0,13
Outro: 0,26

Tipo Docente Turmas Horas
Teórico-Práticas Totais 1 2,00
Joana Filipa Rodrigues Carvalho Pena   2,00
Seminário Totais 1 0,13
Joana Filipa Rodrigues Carvalho Pena   0,13
Outro Totais 1 0,26
Joana Filipa Rodrigues Carvalho Pena   0,26

Docência - Responsabilidades

Docente Responsabilidade
Joana Filipa Rodrigues Carvalho Pena Regente

Objectivos, Competências e Resultados de aprendizagem

RESUMO DESCRITIVO DA UNIDADE CURRICULAR
A unidade curricular está estruturada para familiarizar o aluno com conceitos e ferramentas de cálculo fundamentais a um futuro gestor de empresas e indispensáveis para a apreensão de conteúdos que serão tratados durante o curso. Para o efeito, foi concebida para fornecer ao aluno uma 1ª abordagem de temas importantes da prática corrente nas empresas e de informação básica no domínio das finanças.

OBJETIVOS E RESULTADOS ESPERADOS DA APRENDIZAGEM
1. Apreender conceitos básicos na área da gestão de empresas;
2. Utilizar procedimentos de cálculo de suporte a abordagens em unidades curriculares subsequentes;
3. Dominar conceitos e ferramentas matemáticas necessários a um incremento de skills de literacia financeira;
4. Utilizar formulações matemáticas e estatísticas na análise dos fenómenos económicos-empresariais;
5. Executar cálculos, baseando-se em dados numéricos obtidos nas fontes externas ou internas das empresas.

COMPETÊNCIAS A DESENVOLVER 
1. A aptidão numérica e habilidades quantitativas, inclusive análise de dados, interpretação e extrapolação, com desenvolvimento de raciocínios logicamente consistentes;
2. O desenvolvimento de um raciocínio lógico, crítico e analítico de um modo criativo;
3. A capacidade de problematizar as múltiplas dimensões do fenómeno empresarial;
4. Utilizar adequadamente a terminologia e linguagem dos fenómenos económicos, empresariais e de contabilidade;
5. Utilizar formulações matemáticas e estatísticas na análise dos fenómenos económicos e empresariais;
6. Executar cálculos, baseando-se em dados numéricos obtidos nas fontes externas ou internas das empresas.

Programa

1. INTRODUÇÃO À ANÁLISE DE DADOS
a. População, Amostra e Classificação de dados
b. Medidas de Estatística Descritiva
c. Medidas de localização: média, moda, mediana e quartis
d. Medidas de Dispersão: Variância e Desvio Padrão
e. Medidas de Assimetria
f. Medidas de Concentração

2. NÚMEROS ÍNDICES
a. Índices simples
b. Índices Agregados
c. Os índices PSI e o IPC

3. TAXAS ABSOLUTAS E RELATIVAS
a. Variação absoluta, variação relativa, taxa de crescimento ou taxa de variação
b. Variações de um valor relativo: percentagens e pontos percentuais
c. Taxas de variação discreta e contínua
d. Taxas de variação média e global
e. Taxas de variação homólogas

4. TAXAS DE JURO
a. Taxas equivalentes e proporcionais
b. Taxas efetivas e nominais
c. Taxas brutas e líquidas

Demonstração da Coerência dos Conteúdos Programáticos com os Objetivos da UC

Os conteúdos programáticos foram delineados de modo integrado, e em função dos objetivos a alcançar e competências a adquirir pelos alunos. É fornecida uma perspetiva ampla das matérias em estudo, de modo a permitir aos alunos interpretar cenários, analisar dados, executar cálculos, aplicar ferramentas matemáticas e estatísticas e, muito importante, fundamentar decisões de gestão. No global, pretende-se que os alunos sejam capazes de aplicar e desenvolver os conhecimentos ministrados na unidade curricular a outras unidades curriculares e à sua prática profissional.

Bibliografia Principal

Cristina Chaves ; Elisabete Maciel; Paulo Guimarães; José Carlos Ribeiro;Instrumentos Estatísticos de Apoio à Economia: Conceitos Básicos, McGraw-Hill, 1999
Elizabeth Reis;Estatística Descritiva, Edições Sílabo, 2009

Bibliografia Complementar

A.L.Silvestre;Estatística Descritiva, Escolar Editora, 2007

Métodos de Ensino

Os alunos são sensibilizados em relação à leitura, formas de tratamento e interpretação de dados económicos e financeiros, através da leitura de quadros e gráficos.
A abordagem de instrumentos analíticos que permitem a exploração de modelos matemáticos básicos, é sempre exemplificado com exemplos de situações reais e atuais.
Na componente teórica da matéria, são apresentados conceitos, recorrendo a exemplos de aplicação directa na área em causa, procurando mostrar a relevância dos conteúdos programáticos.
Na componente prática, são apresentados e resolvidos casos práticos direcionados para o cálculo matemático, sendo tarefa do aluno a selecção do método mais adequado à resolução do problema, com o objetivo de desenvolver o gosto e interesse pelo conteúdo da unidade curricular e mostrar a sua utilidade ilustrada por situações reais.


Modo de Avaliação

Avaliação distribuída com exame final

Componentes de Avaliação e Ocupação registadas

Descrição Tipo Tempo (horas) Data de Conclusão
Participação presencial (estimativa)  Aulas  30
Seminário  Participação Presencial  2
Outras  Participação Presencial  4
Avaliação  Teste/Exame  3
Estudo Autónomo  Estudo  68
  Total: 107

Avaliação Contínua

Testes escritos individuais:  2 (40% e 40%)

Ficha de trabalho: 20% 

Nos termos do Regulamento da Licenciatura:
1. A presença efetiva dos estudantes nas aulas será objeto de registo e, caso o número de faltas por estudante exceda 30% do número total de sessões de contacto previstas para cada unidade curricular, será automaticamente transferido para a avaliação final da época normal.
2. Nos testes escritos referidos na alínea a) do nº 5 do Art. 38º nos elementos de avaliação referidos nas alíneas b) a e) do nº 2 do Art. 39º é necessária a obtenção de uma nota mínima de 7,5 (sete vírgula cinco) valores.
3. Caso o estudante falte ou obtenha uma classificação inferior a 7,5 valores nos testes ou trabalhos escritos, será automaticamente transferido para a avaliação final da época normal.
4. Caso o estudante falte ou obtenha uma classificação inferior a 7,5 valores no segundo teste escrito (realizado na mesma data da prova escrita final da época normal) poderá requerer inscrição para avaliação na época de recurso.

Avaliação Final

Exame escrito individual: 1 (100%)

Demonstração da Coerência das Metodologias de Ensino com os Objetivos de Aprendizagem da Unidade Curricular

As metodologias de ensino visam potenciar a aprendizagem, tanto na vertente teórica, como na vertente prática. Procura-se expor o aluno a um conjunto diverso de conceitos e ferramentas de análise exploratória de dados e estatística descritiva. De igual modo, pretende-se que use o raciocínio crítico na compreensão dos fenómenos económico-empresariais, e o raciocínio lógico na resolução de problemas práticos.