• EN
  • Ajuda Contextual
  • LinkedIn
  • Facebook
Você está em: Início > Cursos > Unidades Curriculares > DPT202

Princípios de Turismo

Código: DPT202    Sigla: PT

Ocorrência: 2019/20 - 1S

Área de Ensino: Turismo

Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Anos Curriculares Créditos Horas Contacto Horas Totais
CTSPDP 28 Aviso n.º 13031/2018_Novo Plano 6 45 160

Horas Efetivamente Lecionadas

DPT1

Teórico-Práticas: 9,00

Docência - Horas

Teórico-Práticas: 3,00

Tipo Docente Turmas Horas
Teórico-Práticas Totais 1 3,00
Catarina Duarte Fontoura Nadais   3,00

Docência - Responsabilidades

Docente Responsabilidade
Catarina Duarte Fontoura Nadais Regente

Objectivos, Competências e Resultados de aprendizagem

Resumo descritivo da unidade curricular
A unidade curricular apresenta-se tendo como base estruturante princípios básicos consignados no domínio do turismo, procurando desenvolver conhecimentos teóricos, conceptuais e práticas fundamentais para o entendimento do turismo enquanto atividade social e económica que assenta num modelo sistémico.
Assim sendo, a unidade curricular integra uma multiplicidade de aspetos fundamentais para o entendimento do turismo, privilegiando a análise, reflexão e discussão do turismo, da sua evolução, organização, funcionamento, oferta e procura e tendências.

Objetivos e resultados esperados da aprendizagem
1. Conhecer, discutir e compreender os conceitos fundamentais do turismo
2. Descrever a evolução do turismo
3. Identificar as diferentes classificações do turismo
4. Reconhecer a perspetiva sistémica do turismo
5. Conhecer as organizações nacionais e internacionais do setor turístico, suas atribuições e áreas de atuação
6. Identificar e caracterizar as diferentes componentes da procura e oferta turística
7. Identificar e debater tendências no turismo

Competências a desenvolver

Pretende-se que os alunos desenvolvam as seguintes competências:
1. Adquirir conhecimentos teóricos que permitam o domínio de conceitos e temáticas fundamentais da atividade
2. Estimular a capacidade de observação, análise e sentido crítico na aplicação de conceitos técnicos da área do turismo, bem como de situações e contextos da atividade
3. Sensibilizar os alunos para a importância da atividade turística, da vivência/experiência turística e da responsabilidade dos profissionais do turismo nestes domínios
4. Fomentar competências pessoais e comportamentais ao nível da criatividade, trabalho de equipa, liderança, responsabilidade, motivação e autonomia para o sucesso
5. Desenvolver o gosto pela investigação em turismo

Programa

1. Conceitos e classificações do turismo
1.1. Conceito de lazer, ócio e turismo
1.2. Classificações do sujeito turístico
1.3. Classificações do turismo
2. Evolução do turismo
2.1. Evolução histórica do turismo
2.1.1. Idade Clássica
2.1.2. Idade Média
2.1.3. Idade Moderna
2.1.4. Idade Contemporânea
2.2. Evolução do turismo em Portugal
3. Organização institucional do turismo
3.1. Organismos nacionais e internacionais: atribuições e competências
4. Sistema turístico
4.1. O turismo como sistema
4.2. Procura turística
4.2.1. Conceito e formação da procura
4.2.2. Motivações e comportamentos
4.2.3. Consumo turístico
4.2.4. Determinantes estruturais e conjunturais da procura turística
4.2.5. Medidas e índices da procura turística
4.3. Oferta turística
4.3.1. Conceito, características e classificações da oferta turística
4.3.2. Produto turístico: características, componentes e ciclo de vida
5. Tendências no turismo
5.1. Importância e crescimento do turismo
5.2. Tendências e perspetivas de desenvolvimento
5.3. Determinantes do turismo: qualidade, sustentabilidade, inovação e competitividade

Demonstração da Coerência dos Conteúdos Programáticos com os Objetivos da UC

O programa proposto permite que os alunos ganhem os conhecimentos e desenvolvam as competências previstas nos objetivos, na medida em que:
- O tema 1 dá resposta ao objetivo 1, na medida em que apresenta os conceitos fundamentais do turismo
- O tema 2 vai ao encontro do proposto no objetivo 2, que tem como objetivo o conhecimento da evolução do turismo
- o tema 3 permite aceder ao objetivo 3, a fim de conhecer as organizações do setor turístico, bem como atribuições e áreas de atuação
- o tema 4 apresentará os conteúdos que permitem responder aos objetivos 4 e 5, que consiste no reconhecimento da perspetiva sistémica do turismo, bem como da identificação e caracterização da procura e oferta turística
- o tema 5 irá ao encontro do objetivo 7, que visa identificar e debater tendências no setor do turismo

Bibliografia Principal

Cunha, L.; Abrantes, A. ;Introdução ao turismo, Lidel, 2013
Raina, A. K. & Lodha. R. C.;Fundamentals of tourism system, Kanishka Publishing House, 2013

Bibliografia Complementar

Cooper, C.; Fletcher, J.; Fyall, A.; Gilbert, D. & Wanhill, S. ;Tourism ¿ principles and practice, Prentice Hall, 2008
Cooper, C. & Hall, C.M. ;Contemporary tourism: an international approach, Elsevier, 2008
Corbin, A. ;História dos tempos livres, Teorema, 2005
Crouch, G.I. & Richie, J. R.;Competitiveness and tourism, Edward Elgar, 2012
Cunha, L.;Economia e política do turismo, Lidel, 2013
Goeldner, C.; Ritchie, J.; McIntosh, R.;Turismo: Princípios, práticas e filosofias, Bookman, 2002
Mill, R. & Morrison, A. ;The tourism system, Kendall Hunt, 2009
Leiper. N. ;Tourism management, Arnold, 2004
Lafargue, P. ;O direito à preguiça, Teorema, 2011
Netto, P. ;Segmentação do mercado turístico. Estudo - Produtos e perspetivas, Manole, 2009
Simões, J. M.; Ferreira, C. ;Turismos de Nichos, CEG, 2009
Tribe, J. ;The economics of recreation, leisure and tourism, Taylor & Francis, 2011
Beni, M. ;Análise estrutural do turismo, Editora Senac, 2001

Métodos de Ensino

Os conteúdos serão apresentados em aulas expositivas dinâmicas, onde se pretende uma forte participação dos alunos, de forma a promover a comunicação, reflexão e discussão de ideias nas diferentes temáticas. Para tal, serão apresentados exercícios, casos de estudo, vídeos ilustrativos e demais material multimédia de suporte. Serão promovidas sessões de natureza técnica/prática (em sala e via plataforma e-learning), sessões de apresentação e discussão de trabalhos.


Modo de Avaliação

Avaliação distribuída com exame final

Componentes de Avaliação e Ocupação registadas

Descrição Tipo Tempo (horas) Data de Conclusão
Participação presencial (estimativa)  Aulas  45
Avaliação  Teste/Exame  3
Estudo Autónomo  Estudo  112
  Total: 160

Avaliação Contínua

2 Testes escritos 2 x 35%

2 trabalhos e-learning 30%


Nos termos do Regulamento do CTeSP:

1. A presença efetiva dos estudantes nas aulas será objeto de registo e, caso o número de faltas por estudante exceda 30% do número total de sessões de contacto previstas para cada unidade curricular, será automaticamente transferido para a avaliação final da época normal.
2. Nos testes escritos e nos elementos de avaliação é necessária a obtenção de uma nota mínima de 7,5 (sete vírgula cinco) valores.
3. Caso o estudante falte ou obtenha uma classificação inferior a 7,5 valores nos testes ou nos elementos de avaliação referidos no número anterior, será automaticamente transferido para a avaliação final da época normal.
4. Caso o estudante falte ou obtenha uma classificação inferior a 7,5 valores no segundo teste escrito (realizado na mesma data da prova escrita final da época normal) poderá requerer inscrição para avaliação na época de recurso.
5. Todos os trabalhos académicos escritos previstos na avaliação (relatórios, estudos de caso, etc.) terão de ser submetidos na base de dados Turnitin, disponível na plataforma E-Learning do ISAG, sendo aceitável uma taxa de similaridade até 30%.

Avaliação Final

Elementos de avaliação final

Prova escrita individual: 100%


Nos termos do Regulamento do CTESP:

O(s) trabalhos(s) práticos ou teórico-práticos referidos poderão ser considerados, com uma ponderação correspondente a metade da considerada no âmbito da avaliação contínua, desde que o aluno comunique tal intenção ao docente através do preenchimento de impresso próprio a ser disponibilizado pelo docente no momento da realização da prova escrita.

Demonstração da Coerência das Metodologias de Ensino com os Objetivos de Aprendizagem da Unidade Curricular

As metodologias consideradas têm em consideração as características da unidade curricular. Apesar de um caráter teórico, o recurso a casos de estudo e outros materiais de suporte, visam contribuir para o alcance dos objetivos da unidade curricular, de um ponto de vista aplicado ou prático.